Diferença entre a margens oeste e sul

Milhões de pessoas visitam o Grand Canyon por ano, mas a maioria não sabe das diferenças entre as margens oeste e sul do cânion. Cada margem é especial e exibe características maravilhosas para os visitantes todos os anos.

Sul do Grand Canyon

O Grand Canyon National Park é a joia do sudoeste norte-americano. Está aberto todo o ano e é considerado por muitos como o Mais Grandioso Cânion. Florestas majestosas de pinheiros Ponderosa estão entre as absolutas diferenças que a Margem Sul tem a oferecer. Sem mencionar que a maioria das fotos do Grand Canyon que você já viu em sua vida não foi de nenhuma outra margem, mas da margem sul do Grand Canyon. É uma vista e tanto e é lar do alce, do puma, de esquilos-da-rocha, do veado, da mula, de condores-da-califórnia e de lagartos. Essas são algumas das várias espécies de animais selvagens que podem ser vistos dentro do parque para quem tiver bastante sorte.

Grand Canyon West

Entre o capitólio do entretenimento do mundo, Las Vegas, e a Margem Sul do Grand Canyon, está um lugar conhecido simplesmente como Margem Oeste do Grand Canyon. Aqui, você está cercado pela reserva indígena tribal dos Hualapai do chão ao céu. Sede da ponte de vidro famosa mundialmente, a Skywalk, a Margem Oeste não é algo a se desprezar. Ela recebe quase 1 milhão de viajantes por ano e é um humilde destino para quem quiser ver o que os Hualapai chamaram de lar por centenas de anos. Embora não sejam tão vívidas quanto as da Margem Sul, as cores da Margem Oeste são uma vista a ser lembrada, exibindo o resultado de milhões de anos de intemperismo e erosão.

Destaques da Margem Sul

Cative-se pelas majestosas florestas de pinheiros Ponderosa que se espalham pelo Grand Canyon. É sem dúvida a parte mais vívida do cânion e apresenta vários tipos de folhagem ao longo de todo o ano.

A Margem Sul é um sonho dos viajantes que transcende a experiência visual. Quando estiver na presença desse tamanho e beleza, você ficará pasmo com sua natureza atemporal. Em seu vastos espaços, encontramos um conforto fora de nossas vidas agitadas.

É uma vista e tanto e é lar do alce, do puma, de esquilos-da-rocha, do veado, da mula, de condores-da-califórnia e de lagartos. Essas são algumas das várias espécies de animais selvagens que podem ser vistos dentro do parque para quem tiver bastante sorte.

A Margem Sul também é a área mais desenvolvida do parque, com 6 hotéis dentro de seus limites e 5 hotéis logo depois do parque na pequena comunidade de Tusayan, com vários restaurantes, lojas de presentes e centros de informações turísticas que podem ser encontrados na área próxima ao redor da Margem Sul do Grand Canyon.

Atrativos da Margem Oeste

Sede da ponte de vidro famosa mundialmente, a Skywalk, a Margem Oeste não é algo a se desprezar. É uma estrutura exclusiva que se projeta para dentro do cânion, oferecendo uma incrível experiência de caminhada no ar.

Ela recebe quase 1 milhão de viajantes por ano e é um humilde destino para quem quiser ver o que os Hualapai chamaram de lar por centenas de anos.

Embora não seja tão vívida quanto a Margem Sul, as cores da Margem Oeste são uma vista a ser lembrada, exibindo o resultado de milhões de anos de intemperismo e erosão.

Aqui, você está cercado, do chão ao céu, pela reserva indígena tribal dos Hualapai. Toda essa terra é área da terra natal deles.