Os Navajos têm orgulho de uma série de cerimônias sagradas que são ensinadas aos aprendizes de curandeiro. Com mais de 50 cerimônias diferentes para memorizar, a maioria se especializa em apenas algumas delas. Para os Navajos, elas são uma maneira de aprender valiosas lições sobre a história e sobre não apenas como continuar vivo, mas como viver com responsabilidade no modo Navajo. Outras cerimônias são apenas celebrações como a primeira vez que uma criança dá uma gargalhada. Quando isso ocorre, é considerado um momento de honra e celebração para a tribo. A celebração é conhecida como o Rito do Primeiro Riso. Na cultura Navajo, cada alvorada é um novo dia, um dia para renovação, independente das transgressões passadas. Eles acreditam que as orações são respondidas pelo Criador a cada manhã.

O número quatro é também um número altamente considerado em sua cultura: os quatro clãs originais, as quatro montanhas que circundam sua terra, as quatro direções, as quatro estações e as quatro cores. O número desempenha um papel adicional em muitas cerimônias. No casamento, os homens se mudam para as casas de suas esposas e seus clãs. Comparado a outras sociedades que focam com mais firmeza nos papéis tradicionais do homem, o povo Navajo historicamente é mais focado nas mulheres como chefes da família. Na tradição Navajo, foram as mulheres que receberam uma herança passada através das gerações.