Grand Canyon em helicóptero seguro

Na Papillon Grand Canyon Helicopters, a segurança é nossa prioridade máxima! A Papillon Airways, Inc. e suas subsidiárias são plenamente certificadas pela TOPS (Tour Operators Program of Safety.) A TOPS (www.TOPSafety.org) é uma organização cujo principal objetivo é garantir a segurança e a confiabilidade em toda a indústria de tours aéreos. As operadoras certificadas pela TOPS assumiram o compromisso de operar suas linhas aéreas em padrões que excedem em muito os padrões definidos pela FAA. Esses padrões são mantidos e verificados por auditorias internas periódicas e auditorias externas anuais realizadas por auditores independentes de segurança da indústria.

Além de padrões operacionais rígidos, os membros da TOPS fornecem uma série de treinamentos em segurança a todos os funcionários envolvidos em qualquer aspecto do voo de um visitante. Isso inclui treinamentos adicionais para a gerência, a equipe de bordo e a equipe de suporte em terra. As aeronaves são obrigadas a levar equipamentos de comunicação de emergência adicionais, além daqueles exigidos pela FAA. Por exemplo, todas as aeronaves da Papillon são equipadas com sistemas de rádio avançados que conectam o piloto a uma rede de rádio dedicada da empresa. Por meio desta rede, a aeronave fica em contato com nossa equipe de acompanhamento de voo altamente treinada durante todo o voo. Informações sobre o clima, outras aeronaves, ventos e muito mais são transmitidas pela central de acompanhamento de voo para outras aeronaves da empresa que estejam voando naquela área.

Quando voam com uma operadora certificada pela TOPS, os visitantes podem estar certos de que estão viajando com alguns dos mais seguros e altamente treinados profissionais da indústria.

Missão e História do TOPS

A missão da TOPS é fornecer aos hóspedes acesso a áreas panorâmicas, sob os cuidados de operadores turísticos aéreos profissionais seguros e de qualidade.

História da TOPS: em 1993, a necessidade de programas de segurança especificamente voltados para a indústria de turismo aéreo tornou-se evidente. Apesar do bom histórico de segurança das operações de tour de helicóptero até então, a indústria de voos panorâmicos vinha enfrentando problemas crescentes. Acidentes que poderiam ter sido evitados, bem como o sensacionalismo da mídia, que representava a indústria de tours de helicóptero de forma negativa, acabaram retratando injustamente a indústria de turismo aéreo como um setor despreocupado com a segurança pública. Vários fornecedores líderes de tours de helicóptero se reuniram informalmente durante este período para trocar ideias sobre como melhorar aquela situação.

Após as discussões realizadas no fórum da Associação Internacional de Helicópteros (Helicopter Association International - HAI), formou-se o Comitê de Operadores de Tours de Helicóptero (Helicopter Tour Operators Committee - HTOC). Após várias reuniões do HTOC, acordou-se que era necessário desenvolver um programa para atender às necessidades específicas dos operadores de tours de helicóptero, e para abordar a preocupação do público a respeito da segurança dos tours de helicóptero.

Os operadores turísticos aéreos, em coordenação com vários dos comitês permanentes da HAI, elaboraram um programa detalhado de segurança que se tornaria a principal diretriz da TOPS. Este programa incorporou o conhecimentos e a experiência daqueles que melhor conhecem a indústria: os operadores turísticos aéreos e os fabricantes de equipamentos de turismo aéreo.

Em 1995, um esboço do Programa de Segurança da TOPS foi apresentado à Administração Federal de Aviação (Federal Aviation Administration - FAA) e ao Conselho de Segurança de Transporte Nacional (National Transportation Safety Board - NTSB), e foi bem recebido por estes órgãos.

A TOPS foi incorporada em janeiro de 1996 como organização independente sem fins lucrativos, e o Programa de Segurança foi, então, implementado. Pela primeira vez, havia uma organização, a TOPS, dedicada exclusivamente à aprimorar ainda mais a segurança de todos os aspectos dos tours de helicóptero.

A eficácia do Programa de Segurança da TOPS pode ser verificada pelas estatísticas coletadas desde 1996. Em um ano comum, operadores profissionais de tours de helicóptero nos EUA voam cerca de 100.000 horas, das quais cerca de 85.000 horas correspondem a membros da TOPS. Os membros da TOPS têm um registro de segurança acumulado bem melhor do que o da aviação geral em geral. Por exemplo, durante o ano de 2003, os membros da TOPS vivenciaram 1,13 acidentes para cada 100.000 horas de tour aéreo, contra 9,98 acidentes para cada 100.000 horas de voo da frota de helicópteros civis em geral.

Qualificações do TOPS

Os membros da TOPS colocam a segurança como sua prioridade número um, com a missão de posicionar os tours de helicóptero entre os tipos de voo mais seguros da atualidade. Os operadores aprovados pela TOPS são comprometidos com um padrão mais elevado de segurança, compartilhando conhecimentos de segurança e monitorando por conta própria tais padrões.

As qualificações para se tornar membro são estritas e mantidas em um nível superior ao exigido pela FAA. Eles são colocados em um pináculo simplesmente porque a TOPS busca dedicação à segurança por todos os membros da organização. Cada membro compreende que o objetivo do programa é promover a segurança através de maiores disciplinas e que a responsabilidade recai nos ombros de cada operador individual.

Para se tornar um membro da TOPS, a empresa deve ter uma base de voos panorâmicos como a totalidade ou uma parte significativa de suas operações. Qualquer membro potencial deve passar por uma auditoria de segurança inicial e depois passar por uma auditoria de segurança anual. Todos os membros atuais também são obrigados a passar por uma auditoria de segurança anual.

Depois de aceitos, os membros recebem os mesmos privilégios de todos os outros membros (certificados, endossos, uso do logotipo da TOPS e placas). Ser um membro da TOPS coloca cada operador em um nível superior com relação à segurança, por isso os membros da TOPS são vistos com atenção pela FAA e pelo NTSB. Padrões de segurança mais elevados e auditorias anuais tiveram um impacto significativo na indústria de tours de helicóptero. As estatísticas mostram uma redução nos acidentes e nas preocupações com segurança em toda a indústria. Insista sempre em voar com uma empresa certificada pela TOPS.

Para obter mais informações sobre a TOPS, visite www.TOPSafety.org